Processo Seletivo 2019

Local da prova escrita do domingo 25 de novembro de 2018: Departamento de Fisica Teórica e Experimental-DFTE- UFRN- sala Proin (em frente a praça de convivência do DFTE).

Hora da prova: 13h no horário de Brasília(12h no horário local).

Programa de Pós-graduação em Ensino de Física da UFRN realiza a primeira defesa de mestrado

Com o trabalho intitulado ‘Ensino de Termodinâmica através da construção de instrumentos de medição de variáveis meteorológicas e da confecção de mini estação meteorológica portátil com Arduino’, da pós-graduanda Rafaella Sayonara Marques Ferreira Vidal, o Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) do Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF) realiza a sua primeira defesa de mestrado nessa sexta (29) às 09h00, na sala 4 da Escola de Ciências e Tecnologia.

Sob a orientação do professor Deusdedit Monteiro Medeiros, foi desenvolvido um artefato que viabiliza estratégias de ensino-aprendizagem centradas em conceitos de termodinâmica aplicados à atmosfera. Em específico, por meio de medição de variáveis meteorológicas, a partir de ferramentas Arduino.

A partir da proposta feita pelo orientador, o trabalho teve início em março de 2017 com o levantamento e análise da percepção de alunos da educação básica acerca da relação termodinâmica e climatologia, com a expectativa inicial de criação de três produtos: uma revista, um manual e a mini estação meteorológica. Contudo, o amadurecimento da pesquisa e o perfil experimental da mestranda conduziram o foco da pesquisa para a mini estação meteorológica. Como desdobramento, na direção de trabalhar a percepção de cada variável meteorológica, foram desenvolvidos termoscópio, barômetro e pluviômetro com coleta de dados digital, via ferramentas de Arduino. Com um custo de aproximadamente 150 reais, a mini estação meteorológica, desenvolvida por Rafaella, configura-se como estratégica de ensino-aprendizagem sobre termodinâmica de baixo custo.

A pesquisa, de abordagem inédita dentro do referencial teórico, foi premiada na edição natalense de 2018 da Campus Party – evento que une jovens geeks em torno de um festival de Inovação, Criatividade, Ciências, Empreendedorismo e Universo Digital. Com a premiação, Rafaella recebeu o convite para ministrar oficina sobre sua mini estação meteorológica portátil na Campus Party São Paulo, em 2019.

rafaella

Rafaella Sayonara Marques Ferreira Vidal, a primeira pós-graduanda a defender a dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) do Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF)

O perfil experimental

O interesse pela física nasceu em casa. Influenciada pela irmã, Rafaella explorou seu lado criativo e curioso ao montar e desmontar ‘coisas’, segundo a mestranda. A paixão pela compreensão do funcionamento da natureza fez Rafaella abdicar de dois anos do curso de direito na UFRN, bem como também a fez divulgar ciência por todo Rio Grande do Norte com vários experimentos de baixo custo em uma mochila, pelo Projeto ‘Física Itinerante’. Essa trajetória lhe legou o perfil experimental da sua área de atuação. Do viés educador, a primeira significativa vivência da pós-graduanda com a termodinâmica foi em sala de aula em 2010, quando lecionou, pela primeira vez, o conteúdo da temática para uma turma de ensino médio da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte. Graduada em licenciatura em física pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, em 2014, Rafaella ingressou no mestrado da UFRN em 2017.